Filmes MrPiracy Séries 

R.I.P – Ator Sean Connery, o primeiro ‘James Bond’, morre aos 90 anos de idade

Descansa em Paz, Sean Connery

Thomas Sean Connery, o ator conhecido por ter sido o primeiro a interpretar o icónico James Bond, faleceu no passado Sábado, 31 de Outubro, aos 90 anos de idade.

A sua morte foi confirmada pela família à BBC, que revelaram que o ator “faleceu rodeado pela família de uma forma pacífica durante o sono” nas Bahamas. No entanto, não foi adiantada a causa do óbito.

Descrito em 2011 como o “Maior Tesouro Nacional da Escócia” e com uma prestigiada carreira na representação que durou mais de quatro décadas, Sean Connery nasceu em 1930 em Edimburgo, Escócia. Deixou a escola aos 13 anos e foi distribuidor de leite, polidor de caixões, assentador de tijolos, salva-vidas, modelo no Edinburgh College of Art e condutor de camiões. Mais tarde, entrou para a Marinha Real, onde ficou três anos, até ser considerado inválido por ter úlceras estomacais.

Nos anos 50, o carismático ator, com 1,88 de altura e um físico de bodybuilder, começou a trabalhar nos bastidores do King’s Theatre na sua cidade natal para ganhar algum dinheiro. Pouco tempo depois, passou nas audições e conseguiu um pequeno papel numa peça de teatro.

Saltou para o mundo de Hollywood nos próximos anos, mas só ganhou fama internacional quando foi escolhido para desempenhar o papel de James Bond, o agente secreto 007, em 1962 – Dr. No. Connery deu vida ao personagem em sete filmes, com a sua última aparição a ser com Never Say Never Again (1983).

Trabalhou em longas-metragens como Marnie (1964), Murder on the Orient Express (1974), The Man Who Would Be King (1975), A Bridge Too Far (1977), Highlander (1986), The Name of the Rose (1986), Indiana Jones and the Last Crusade (1989), The Hunt for Red October (1990), Dragonheart (1996), The Rock (1996), Finding Forrester (2000), etc.

Foi reconhecido pela Academia com um Óscar pelo seu papel em The Untouchables (1987), no qual também ganhou um Globo de Ouro. O seu trabalho final como ator foi em 2003 – The League of Extraordinary Gentlemen, porém Sean regressou à indústria em 2012 para dar voz na animação Sir Billi.

Em 2000, foi nomeado Cavaleiro do Império Britânico pela rainha Isabel II, sendo um fervoroso defensor da independência da Escócia. Oito anos depois, em 2008, o ator lançou um livro autobiográfico intitulado Being a Scot (“Ser Escocês”), referindo que “ser escocês fez toda a diferença” na sua vida.

Related posts

Leave a Comment